O Daae, por meio dos técnicos da Unidade de Gestão de Flora/Gerência de Biodiversidade, fez uma vistoria na praça do Carmo, no dia de ontem (22/06), onde foi verificado que há duas seringueiras com necessidade de remoção.

As árvores estão com seu estado fitossanitário comprometido e já estão isoladas com fita zebrada para evitar acidentes com pedestres e veículos. Os técnicos do Daae estão verificando as espécies a serem repostas no local, bem como acompanhando o estado fitossanitária de outros exemplares arbóreos da praça. A melhor data para a retirada das figueiras está sendo avaliada pelos técnicos.
A Prefeitura tem realizado a manutenção na praça, aumentando o canteiro de várias espécies que estão há anos no local e necessitam de mais espaço para sua raízes.

Gerência de Comunicação, Relações Públicas e Eventos, 23 de junho de 2020.

Pin It

Enquete Daae

O que você acha do trabalho de Educação Ambiental desenvolvido pelo Daae?

facebook

Back to top