O Daae, por meio da Diretoria de Gestão Ambiental/ Gerência de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, deu início à participação no Programa Alfabetização Ambiental, desenvolvido pelas Secretarias de Estado de Educação (SEE) e de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima), com ações de plantio de mudas, junto aos alunos do segundo ano do ensino fundamental das escolas estaduais. Hoje, participaram do plantio cerca de 120 alunos, da Escola Estadual Antônio Lourenço Corrêa.

O Daae participa do Programa organizando as escolas, fornecendo as mudas, todo o apoio ao plantio das espécies e manutenção da área. O Programa Alfabetização Ambiental tem como proposta envolver e sensibilizar a comunidade escolar, com foco nos estudantes do Ensino Fundamental I (anos iniciais), para a conscientização ambiental.
O Programa tem em vista a importância da conservação da biodiversidade e restauração dos ecossistemas locais, dando sentido à ação do plantar, sendo compreendido também como parte de uma estratégia de Educação Ambiental, atendendo as bases legais para conservação e/ou restauração (estaduais – nacionais e internacionais).
A proposta é que todos os alunos do 2º ano do Fundamental, ao serem alfabetizados, também plantem uma árvore. “Junto ao processo de alfabetização os alunos também são sensibilizados pelos professores, sobre a importância da conservação da biodiversidade e restauração dos ecossistemas locais”, explicou Simone Cristina de Oliveira, gerente de Gestão Ambiental e Sustentabilidade.
Alfabetizar, do ponto de vista ambiental, significa reforçar conceitos ambientais que vão além do ato de plantar, mas que coloca o aluno como protagonista do ambiente onde ele vive. Esta ação também visa o envolvimento dos órgãos públicos e privados e de toda sociedade civil articulando as parcerias necessárias para a realização dos plantios e atendendo as bases legais nacionais, estaduais e municipais para conservação e/ou restauração do ambiente. O órgão gestor ambiental do município se compromete em organizar as áreas a serem plantadas e as mudas, o preparo do terreno dentre outras ações podem ser feitas em parcerias.
Segundo estimativa da SEE, em 2019, cerca de 1400 escolas, 5100 professores e, aproximadamente, 130 mil alunos do segundo ano, de 125 municípios, terão participado das atividades. Para 2020, a Secretaria pretende incluir as escolas municipais, contando com a participação de, aproximadamente, 2800 escolas, 10.100 docentes e 250 mil alunos.
Em Araraquara, as ações irão até 06 de dezembro de 2019, no período da manhã e da tarde, na rua José Fernandes Silva, no Parque Planalto. Amanhã, 19 de novembro, participarão das atividades os alunos da Escola Florestano Libutti, no dia 21, os estudantes da Escola Professor Geraldo Honorato Sachs e na sexta, dia 22, os alunos da Escola Jandira Nery Gatti.

Assessoria de Comunicação, 18 de novembro de 2019.

Pin It

Enquete Daae

O que você acha do trabalho de Educação Ambiental desenvolvido pelo Daae?

facebook

Back to top