ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA - ETAs

 

O Departamento Autônomo de Água e Esgoto - DAAE dispõe de duas Estações de Tratamento de Água (ETA):

ETA FONTE

Capacidade de tratamento de 600 litros/segundo.

Instalações para mistura rápida e para  decantação modular.

Filtragem  através de filtros rápidos descendentes com areia e antracito.

ETA PAIOL

 

Capacidade de tratamento de 80 litros/segundo.

Instalações para mistura rápida e para  decantação modular.

Filtragem  através de filtros rápidos descendentes com areia e antracito.

 

 

 

ETAPAS DO PROCESSO DE TRATAMENTO DE ÁGUA

 

Coagulação e floculação

O processo de coagulação é realizado por meio da adição de Cloreto Férrico e tem a finalidade transformar as impurezas da água que se encontram em suspensão fina em estado coloidal.

Inicialmente, são adicionados no canal de entrada da ETA a solução de Cal e o Cloreto Férrico. Em seguida a água é encaminhada para o tanque de Pré-Floculação para que o coagulante e o cal se misturem uniformemente no líquido, agindo assim de uma forma homogênea e efetiva.

Na floculação, a água é submetida à agitação mecânica para possibilitar que os flocos se agreguem com os sólidos em suspensão, permitindo assim uma decantação mais rápida.

 

 

Decantação

A etapa de decantação consiste na remoção de partículas em suspensão mais densas que a água por ação da gravidade.

Para uma maior eficiência, o percurso da água floculada para os Decantadores

 

 

deve ser o menor possível e em condições que evitem a quebra dos flocos ou que impeçam a sedimentação das partículas.

As partículas mais densas que a água irão se depositar no fundo do decantador.

 

Filtragem

A filtração é a retenção de partículas sólidas por meio de membranas ou leitos porosos. As Estações de Tratamento de Água utilizam filtros de carvão ativo, areia e cascalho. Para o funcionamento dos filtros é necessário a realização de dois controles:

a) Controle do nível de água;

b) Controle da vazão de entrada de água decantada para os filtros e saída de água filtrada.

As ETAs possuem filtros rápidos que funcionam por ação da gravidade e sob pressão. São lavados a contra-corrente (inversão de fluxo) com uma vazão capaz de assegurar uma expansão adequada para o meio filtrante.

 

Fluoretação e cloração

A cloração consiste na desinfecção das água através da utilização de cloro gasoso (ETAs) ou hipoclorito de sódio (poços).

A fluoretação é realizada visando proporcionar uma medida segura e econômica de auxiliar na prevenção da cárie infantil. Nas ETAs e nos poços artesianos é utilizado o fluor sob a forma de Ácido Fluossilícico. As dosagens de cloro e fluor utilizados para o tratamento da água seguem as normas convencionais dos padrões de potabilidade.